terça-feira, 19 de junho de 2018

Nossa anarquista querida faz aniversário; Parabéns liderança!

Denize em Búzios. Na luta (vitoriosa) por sua reintegração após demissão arbitrária do Dr. André, foto de 19/12/2015, folhadebuzios 

"Hoje completo 50 anos. Esta idade é muito simbólica para mulheres professoras. É quando podemos escolher continuar na ativa ou engrossar a luta das aposentadas. 
Eu tive dúvidas, mas escolhi compor a trincheira fora das salas de aula (ao menos em uma matrícula). 

Fico agradecida por chegar a esse momento em minha vida. Outras bravas colegas nem essa oportunidade tiveram... homenageio neste meu dia à todas que se foram.

Este momento histórico da minha vida me coloca em meio a campanha pela libertação de nosso núcleo Lagos. 

Por isso, no dia do meu aniversário peço aos colegas profissionais da educação que me deem de presente esta reflexão.
A eleição do Sepe também é simbólica e precisamos virar uma página e iniciar outra. Isso NÃO é pouca coisa! 
Precisamos experimentar a plenitude de nosso sindicato, precisamos dividir poder, precisamos romper com o centralismo de uma chapa.
Somos profissionais da educação e precisamos ser conscientes, críticos, questionadores... 
Por isso, um grande bem que fazemos ao nosso sindicato é escolher não só uma chapa, mas um modelo. 
Avaliem bem e escolham um modelo, qto às pessoas que ocuparão estes lugares, a proporcionalidade dos votos fará essa escolha. Todas as chapas concorrentes comporão a nova direção do Sepe. Devemos votar pensando no modelo, na estrutura é assim que devemos votar!
Não vote em chapa com um coordenador! Isso é golpe em nosso estatuto colegiado! Vote em chapas com mais de um coordenador e deixem que a proporcionalidade dos votos componha nossa trincheira de luta, nosso sindicato.
Temos a oportunidade de virar a página e fazer um sindicato de todas nos próximos dias 26, 27, 28 e 29... e depois mais de 3 anos de luta".


Denize Alvarenga