Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Direito de resposta do ex-secretário de Educação de Búzios Claudio Mendonça

Slide enviado por Claudio Mendonça por e-mail

"Luiz, diferente do informado no blog em post anterior ("IDEB-2013: caso de calamidade pública") , a prova ocorreu entre 11 e 21 de novembro conforme lhe informei por email ontem. Esta informaçõão pode ser obtida em pesquisa de 15 segundos no Google.

Verifique os gráficos em anexo e constate que Búzios estava muito mal durante a gestao anterior cujo trabalho foi avaliado em 2011. Sim o IDEB de 2011 foi divulgado perto da eleição municipal de 2012, em todo o país com o intuito de orientar o eleitor quanto ao trabalho realizado pelo gestor público de educação.

Pois bem nosso resultado pode ser atribuído às seguintes medidas dentre outras: Acabamos com as vergonhosas indicações políticas para os professores de sala de aula, implantamos reforço escolar, com diagbóstico individual dificuldades dos alunos, começando nas férias de julho, implantamos um programa de leitura e TODOS os alunos do 5 ano tiveram uma aula de matemática toda a semana com DOIS professores em sala de aula. Búzios tirou em 2013 o inédito PRIMEIRO lugar no Rio de Janeiro na avaliaçao do estado, SAERJ em lingua portuguesa  e em matemática foi o primeiro de toda a região, no quinto ano. A taxa de aprovação, em TODAS as séries em 2013, o indicador superou a série histórica não só numericamente, mas qualitativamente, eis que o número dos que passaram pelo Conselho de Classe diminuiu em TODOS os anos do Ensino Fundamental. IDEB mede fluxo escolar (aprovação) e desempenho e Búzios teve o segundo maior crescimento do estado. Os números são inegáveis. Vi uma postagem sua a meu ver completamente equivocada, falando de Prova Brasil no meio do ano e atribuindo à gestão anterior, que não comprou um livro sequer em 2012, isso mesmo zero, um resultado deste porte. Ora em 2011 o quinto ano estava abaixo da meta! Bem o blog é seu e voce escreve o que bem entender, mas os graficos em anexo revelam um resultado difícil de minimizar com suposições ou deturpações da verdade.

Em tempo: solicito que você publique, na íntegra, essas infomações no seu blog, não só nas matérias que falam sobre o IDEB mas TAMBËM no post Fora Claudio Mendonça a título de DIREITO DE RESPOSTA. Não há resposta mais adequada do que mostrar os resultados de um trabalho sério, de uma equipe dedicada e competente, agora reconhecido pela autoridade educacional brasileira, o MEC.

Saudações
Claudio Mendonça

ex-SEcretário de Búzios, atual de São Gonçalo, segunda maior cidade do estado do Rio de Janeiro".

Por e-mail

Meu comentário:

Tem razão o ex-secretário. Realmente  errei a data de realização das provas. Espero que os resultados sejam consistentes, que não tenha havido "forçação" de barra para aumentar o índice de aprovação artificialmente. Alguns professores andaram denunciando isso. Aguardemos o próximo IDEB de 2015! Repito o que disse: o processo educacional é um processo lento, não admite milagres. Muitas das medidas elencadas pelo ex-secretário já estavam em vigor no governo anterior, que instituiu o ensino em horário "integral". Como a prova foi em novembro de 2013, a secretária Carolina "administrou" a educação de Búzios de novembro de 2011 (data da realização do IDEB de 2011) até novembro de 2012 e o secretário Claudio, desta data até novembro de 2013 (data de realização do IDEB de 2013). Portanto, uma palma para os dois. Ou, meia palma para cada um! Apenas o próximo IDEB "será" unicamente deste governo. 

Grande abraço, 
Luiz