sexta-feira, 21 de outubro de 2016

A partir de amanhã (22) Hospital de Búzios não atenderá mais emergência

Hospital Municipal Rodolpho Perissé

A Assessoria de Comunicação (ASCOM) de Búzios publicou nota no site oficial da Prefeitura que "a partir das 8h do próximo sábado, dia 22/10/16, o atendimento de urgência do Hospital Municipal Doutor Rodolpho Perissé (HMRP) passará a ser realizado, no centro materno infantil, antigo PU de Manguinhos e no P.U. da Rasa, que terão atendimento 24h por dia para urgências e pronto-atendimento. Para ser atendido, é necessário estar cadastrado no Sistema de Saúde da cidade. 

No Hospital Municipal Rodolpho Perissé será atendido quem chegar de ambulância. Nos postos de urgência de Manguinhos e o P.U da Rasa, terão ambulâncias disponíveis em caso de necessidade de transferências para o Hospital. Além disso, todas as unidades de saúde da família também realizarão pronto-atendimento das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira".
Em entrevista ao site cliquediário.com.br, o Prefeito de Búzios, André Granado, justifica a medida pelo fato do município ter passado a atender um percentual de pacientes muito além do planejado devido a procura de moradores de outros municípios. Segundo o prefeito "a administração municipal chegou a recorrer à justiça e a secretaria estadual de saúde para mudar o quadro, sem resultados positivos".
Diante desta situação, ainda segundo Dr. André, o município se viu obrigado a tomar estas medidas para mudar essa situação. “A nossa cidade não tem estrutura para suprir todas as demandas da região, por tanto nos sentimos obrigados a tomarmos estas medidas no intuito de preservar e garantir o atendimento de urgência aos nossos moradores". As mudanças foram tomada "para evitarmos a exaustão da nossa equipe; o que poderia gerar prejuízos irreparáveis".  
Meu comentário:

Não sei se a medida é possível. A princípio acredito que não. Um hospital aberto deixar de atender emergência. Acho a medida temerária. Não se tem como conter despesas dessa forma. Só atender quem chegar de ambulância! Com a palavra o Ministério Público.