Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

domingo, 5 de abril de 2015

Insólito Prefeito

Prefeito de Búzios no Insólito, foto Folha de Búzios
Assim que soube do resultado da eleição de 2012, Dr. André correu- levando a tiracolo o seu principal coordenador e financiador da sua campanha eleitoral Carlos Terra- para comemorar o feito no hotel Insólito. Não sei se os Meuus- donos do Hotel- deram alguma contribuição eleitoral, mas na prestação de contas do prefeito eleito apresentada à Justiça eleitoral não consta nenhuma doação deles. Mas, a ida ao hotel do milionário francês deixou claro a que interesses o novo governo atenderia. Era mais uma nova versão dos governos anteriores dos 1%: atender aos anseios dos milionários de Búzios e oferecer migalhas de políticas públicas pobres para os outros 99%. Nenhum novidade, porque sempre foi assim em Búzios com os Mirinhos e Toninhos da vida. Claro, que estes últimos, faziam de tudo para disfarçar suas opções preferenciais pelos milionários.

Mas agora as coisas foram feitas escancaradamente. Não bastasse a reunião ter sido realizada no hotel Insólito, ainda se convidou a AMA Ferradura- a divisionista associação dos ricos proprietários de mansões na Ferradura, criada para que eles não tivessem que conviver com os pobres caseiros abrigados na outra associação, a AMOCA. 

Em matéria no jornal Folha de Búzios se fala, no início do artigo, em reunião de "moradores" da Ferradura, mas mais adiante se entrega que a reunião se deu apenas com "membros" da AMA Ferradura. Phillipe Meuus, membros da AMA Ferradura e o Insólito Prefeito (ou o Prefeito do Insólito) reunidos para discutir a construção da orla da praia da Ferradura. Não está faltando alguém aí nessa história, Prefeito? O Projeto Ferradura Orla não interessa aos membros da outra associação, a AMOCA, muito mais antiga; aos quiosqueiros, que estão no local há mais de 30 anos; aos moradores da Ferradura que não são membros de nenhuma das duas associações; e enfim, ao POVO de Búzios? 

Aproveito a oportunidade para cobrar a promessa, feita pelo secretário de Meio Ambiente Fábio Dantas, em público, em um seminário realizado na Rasa, de que demoliria a estrutura fixa que os proprietários do Hotel Insólito construíram sob as areias da praia da Ferradura. (ver "aqui").  

E a praia particular, Secretário? Prefeito? Ministério Público Federal?

No próprio site do hotel Insólito, um artigo de Ana Cristina Reis sobre  "as diferenças entre nobres e plebeus, tema este de um curso, recém-feito por ela", revela a existência de uma pequena praia particular do hotel e a ocupação de área pública na praia da Ferradura. Em protesto, como plebeu, publico o texto: 

Insólito Boutique Hotel

"O Insólito ainda possui muitas outras qualidades, as quais fazem deste hotel um verdadeiro ícone mundial da arte de bem receber. Para leigos esse detalhe pode parecer simples, mas para os profissionais da área, transformar uma estadia em algo realmente surpreendente é sempre um desafio diário.

O acesso se dá por uma grande porta, como se fosse uma ilustre residência. Ao passar por ela encontro uma grande sala de estar, integrada à um pequeno balcão de recepção. O exterior é separado desta por portas e grandes janelas de vidro, expondo a piscina, o bar e com pano de fundo… o mar. Um restaurante com mesas externas, prepara iguarias sob o comando do chef David Jobert. Outras duas piscinas, sendo uma privativa para maiores de 12 anos e outra próxima a uma pequena praia particular, com água salgada.

O Insolito possui também um Beach Lounge com um serviço primoroso, que inclui bar com drinks, bebidas e petiscos especiais. Ali, com acesso direto a Praia da Ferradura, os hóspedes se instalam em espreguiçadeiras ao som ambiente com musicas da melhor qualidade.

Um Heath Club com vasto cardápio de massagens e tratamentos, um fitness e saunas, completam o importante quesito “cuidados com a saúde”.


http://www.circuitoelegante.com.br/blog/?p=3646

Comentário no Facebook:


  • Milton Da Silva Pinheiro Filho Boa parte daquele empreendimento está em cima de área pública.Porém o tema orla da ferradura é interessante porque o MPF tem que fazer sua parte,mandar derrubar todas as casas a beira-mar assim como o fez com os quiosques,e também que fique claro a junção com o mar da lagoa deve ser devolvida assim como o era naturalmente.Vamos ver quem tem vergonha na cara?

  • Ricardo Guterres Todas as casas da Ferradura que estão no loteamento original foram aprovadas como manda a lei....aconteceram muita invasões de áreas verdes, estas sim completamente fora da lei.....duvido muito que o MPF entre nessa.....
    11 h · Curtir
  • Luiz Carlos Gomes O MPF já entrou. Existe ação judicial pedindo a demolição das mansões construídas em costão rochoso da Ferradura. O problema é que ação não anda. Bons advogados são outra coisa....