Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

quarta-feira, 13 de maio de 2015

A mãezona dos buzianos

No Dia das Mães, o Perú Molhado não poderia deixar de homenagear aquela que é a mãe mais solicitada e predisposta da cidade: a senhora Prefeitura! Nenhuma outra mãe buziana, nem mesmo a centenária Eva Maria Conceição Oliveira, dona Eva; teve ou tem tantos dependentes na cidade.
Em um cálculo aproximado, podemos dizer que cerca da metade dos buzianos dependem direta ou indiretamente desta mãezona que já vem dando sinal de fadiga. Acham que estamos exagerando? Então vejamos:
Nº de Funcionários concursados: cerca 1.900

Nº de Funcionários contratados: 1.075

Nº de Funcionários comissionados: 350
Nº Total aproximado de Funcionários: 3.375

Então, como cada família tem em média 04 pessoas, podemos dizer que 13.300 pessoas dependem diretamente da mãezona para viver. 


Isto se não contarmos o número de funcionários da filial da mamãe, também chamada de Câmara municipal. Se formos por aí, aumentamos um pouco mais a nossa família. Vejam os números de funcionários da Câmara, relativos ao ano de 2012 – pois não temos acesso ao número atual:

Nº de Funcionários concursados: 13

Nº de Funcionários contratados (cargo de confiança): 45

Nº de Funcionários comissionados: 44
Nº total de funcionários: 102

Multiplicado por 04 (media de pessoas por família), chegamos à quantia de 408. Somados aos funcionários da prefeitura, temos o montante de 13.708 pessoas dependendo diretamente da mãezona.

Agora, se formos elaborar mais o nosso exercício e procurarmos o número de dependentes indireto da nossa mãe Prefeitura, aí vai dar um tremendo nó na cabeça. Pois teremos que contar as empresas prestadores de serviços públicos, firmas terceirizadas, fornecedores e outros; que preferimos nem aventurar a pensar. Mas, se formos inconsequentes e quisermos mesmo viajar nesse exercício de vidência, podemos dizer que chegaríamos aproximadamente em torno de mais 50 famílias, ou 200 pessoas.


Juntando tudo, teremos aqui uma mãe que se ocupa com amor e dedicação de quase 14 mil buzianos. E segundo os últimos dados do IBGE, a cidade de Armação dos Búzios tem uma população de 27.560 moradores. Assim, não tem mãe que aguente!

MOMENTO DE SABEDORIA POPULAR:

"Mamar nas tetas do governo" é um jargão muito utilizado no Brasil quando a intenção é destacar de forma jocosa que o salário de alguém é pago pelo governo ou ainda que alguém usufrui de ajuda financeira de origem pública. É como se o governo fosse uma porca e os indivíduos porquinhos sugando aquilo que é necessário para a sua existência.


Mônica Casarin

Observação: o texto não foi publicado no jornal O Peru Molhado.

Comentários no Google+:


Davi Moura Neves

4 horas atrás  -  Compartilhada publicamente
 
parabéns pela eloquência e pelo texto!
 
 · 
Responder
 
O texto não é meu. É da Mônica Casarin.