Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Deu no Jornal do Totonho 3

CADERNO DE BÚZIOS

Contra-ataque!
André Granado (PMDB) demorou, mas percebeu os movimentos políticos de Henrique Gomes e imediatamente partiu para o contra-ataque, usando a arma que seu vice mais gosta de usar, a traição.
Tramas palacianas.
Enquanto as tramas palacianas se desenrolavam, Granado se preparava para cantar: – “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”. Está cantando até agora, e vai cantar, para Henrique ouvir, durante todo mandato.
Situação delicada.
O resultado do impeachment de André Granado deixou o vice-prefeito numa situação muito delicada. Considerado mentor intelectual do processo, Gomes ficou isolado no governo. Semana passada era a namorada ideal, hoje está sendo evitado até mesmo pelos companheiros de partido. Lorram, Joice e Messias estão dizendo: bye-bye, “liderança”!
Faltam argumentos?
O blog ouviu, entre tantas, a seguinte indagação bastante interessante: “O que Dom e Nobre vão falar em casa”? Em casa eles terão generosas explicações: certo? Na rua vai ficar difícil argumentar. Como explicar a população?
Cadê as respostas?
O que fazia uma viatura da polícia com o policial PM Furriel, quarta feira às 19 horas e quinta à tarde, no portão da casa do vereador Valmir Nobre (PRB)?
Entregou o jogo?
Em reunião com a cúpula que compõe o governo de André Granado (PMDB), o vereador Dom (PEN) entregou toda trama, disse onde, como e quem armou toda trama para destituir o prefeito.