Logo do blog

Logo do blog

publicidade5

publicidade5

quarta-feira, 7 de junho de 2017

CADERNO DE BÚZIOS – COMIDA AZEDA!

Brigite Bardot, foto jornaldototonho

Comida azeda!
O bom e perspicaz anfitrião não deve convidar para o mesmo jantar, o vice-prefeito Henrique Gomes (PP) e o prefeito André Granado (PMDB). A comida corre o sério risco de azedar.
Assessoria está uma “fera”!
Na noite de sábado, os assessores de André Granado foram às redes sociais e desabafaram. Se referindo ao vice-prefeito Henrique Gomes e ao vereador Dom, a palavra mais, suave, usada foi “Judas”.
Convivência difícil.
Os grupos políticos de André Granado e Henrique Gomes nunca tiveram grande proximidade, apesar da campanha eleitoral conjunta. O exercício do governo mostrou que a convivência será bastante complicada para dizer o mínimo.
Sobrevivência política – 1.
Analistas da política buziana acreditam que a CPI torna a vida de André Granado ainda mais complicada e acaba por fortalecer o vice-prefeito Henrique Gomes (PP). O vice conhece a câmara como ninguém e certamente mais uma vez será decisivo no processo político.
Sobrevivência política – 2.
Em função dessa realidade a sobrevivência política do grupo de André Granado na prefeitura está intimamente atrelada ao vice-prefeito. Mesmo que a assessoria especial de André Granado queira romper, dificilmente vai conseguir reunir forças para isso.
A CPI continua trabalhando.
A CPI que investiga as denúncias contra André Granado continua os trabalhos, a todo vapor. Os vereadores que fazem parte da comissão planejam apresentar o parecer conclusivo, para ser votado em plenário, no prazo de 45 dias.
Pão com manteiga?
Niltinho de Beloca (PMDB) votou contra a instalação da CPI e justificou seu voto dizendo que tudo estava funcionando maravilhosamente na cidade. A afirmação chocou a todos que foram à câmara assistir a sessão.
Sem motivos para a CPI.
Segundo Niltinho de Beloca (PMDB), da base governista, cada vez mais estreitas, não há motivos para a investigação. Muita gente se pergunta Se foi Henrique DJ que escreveu o discurso do nobre vereador?
De braço dado com o governo.
O vereador Miguel Pereira (PMDB), que é morador do Bairro Cem Braças, que fez o pedido de liminar ao poder judiciário para que o prefeito voltasse ao cargo, obviamente, mais do que qualquer outro caiu nas boas graças do governo. Não se sabe se os vizinhos do vereador, em Cem Braças pensam o mesmo.
Intrigas e Fuxicos.
Os que conhecem as relações de poder dentro do governo de André Granado sabem que logo o vereador Miguel Pereira vai despertar ciúmes na rede de intrigas em que se transformou o Palácio da Usina, sede da prefeitura.