Logo do blog

Logo do blog

publicidade5

publicidade5

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Vereadora Gladys, da Tribuna: Pra mim, o Senhor (Prefeito de Búzios) já era pra tá preso

Vereadora Gladys
Da Tribuna, na sessão legislativa do dia 2, a vereadora Gladys diz que, depois de "pegar" 13 contratos da secretaria da Saúde de Búzios, foi proibida de ter acesso a três deles. Deram pra ela os não tão "cabeludos", mas os três maiores lhe foram negados. Mesmo tendo pedido os contratos via Presidente da Câmara não conseguiu obtê-los. Ou seja, o prefeito negou acesso aos três maiores contratos da Saúde à vereadora Gladys e ao presidente da Casa Legislativa Cacalho. Para acessá-los, a vereadora requereu, via Câmara, os contratos. Aprovado o requerimento, o Prefeito tem 30 dias para apresentá-los. Caso não o faça, poderá responder a processo por improbidade administrativa.

Um dos contratos "cabeludos" citados pela vereadora é o contrato de fornecimento da alimentação do hospital feito com a empresa JB Alimentos. Segundo Gladys, por esse serviço a empresa recebe 2 milhões de reais por ano, 168 mil por mês, 6 mil reais por dia. E ainda usa as instalações do hospital, sua água e luz.  Se cada refeição saísse por 10 reais, a empresa teria que fornecer 600 refeições diariamente. E mesmo com o hospital fechado, o custo da alimentação permanece o mesmo da época que ele estava aberto. A Vereadora estranha que não só esse contrato, mas nenhum outro contrato da Saúde teve seu valor diminuído após o fechamento do hospital.  

Depois de dizer que ela e sua filha foram ameaçadas, e denunciar que podem armar pra cima de seu filho, a vereadora conclui seu discurso dirigindo-se ao Prefeito:

"Eu não sei qual o seu conchavo lá em cima. Pra mim, o Senhor já era pra tá preso". Vejam o vídeo:



Comentários no Facebook:


Ginho Búzios A DEVASTADORA
CurtirResponder19 h
Gustavo Henrique Medeiros Concordo em gênero, número e grau.

Blanca Larocca E a opinião de 90% dos cidadãos que sustentam com os impostos este município !


Berenice Borges Não existe na lingua portuguesa nem pra nem tá. Existem para e estar..vereadores não conseguem nem falar seu próprio idioma e querem legislar?
Isaias Silveira Mas você entendeu a mensagem professora!
CurtirResponder8 h
Berenice Borges Entender não é concordar..Eu entendo o latido do meu cachorro tambem- quando ele está com fome,com sede ou quer ir passear.
CurtirResponder7 h
Isaias Silveira Não perguntei se concordava, mas parece que você está satisfeita com a situação que o município enfrenta no momento!
CurtirResponder6 h
Berenice Borges Só sei o que a mídia social diz..Enquanto eu morei aí, tudo estava ótimo..Trabalhei na prefeitura e,o que eu posso afirmar é que até hoje,nenhum prefeito anterior cuidou da cidade como devia..Todos olham primeiro seus interesses particulares.. E,um adendo,não sou professora,sou jornalista com diplomata ma e não jornalistas fajutos que proliferam em Búzios, e em segundo lugar,estou morando longe.
CurtirResponder6 h
Isaias Silveira Se estivesse aqui veria o caos de perto, como jornalista diplomada e não fajuta como esses que escrevem o que o prefeito paga e pede, bem que poderia fazer uma matéria isenta para mostrar a situação caótica que vivemos.abs


Stela Sobreira *Parabéns! Mulher de fibra! *
Daniel Conceicao Goncalves Se não tem nada a temer, pq escondes os processos?

Edineia Sol Isso eu também acho


Um salve bem alto para a vereadora Gladys #soumaisavereadora
👋👋👋👋
#mpnele