segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Que amor é esse?

Mesmo depois de O Perú Molhado o repórter continua "cego, surdo e mudo”. Texto de 2009, reescrito no dia do 21ª aniversário da cidade (12/11/2016). O sujeito não resolveu um problema estrutural da cidade (Saneamento, Trabalho e Renda, criação de Unidades de Conservação,  Mobilidade Urbana, Regularização Fundiária, Déficit Habitacional, Educação de Qualidade, Saúde decente, Segurança Pública, Centro de Convenções, Estádio Poliesportivo, Cinema, Teatro e Museu)  e, mesmo assim, recebe elogio rasgado de um repórter-comerciante buziano, como se não tivesse maltratado a cidade como os outros. Registre-se que apenas 1 em cada 4 morador da cidade é admirador do tal amante atual de Búzios. Têm coisas que só acontecem por aqui. Com amores desses tipos, que Deus tenha piedade de ti Búzios!!!  Em Búzios, puxa-saquismo não tem limites!

Felizmente tenho um novo admirador. Finalmente a sociedade me entregou nas mãos de quem realmente me ama de verdade. Depois de sofrer por décadas, fui entregue a uma pessoa determinada e trabalhadora. Aos poucos, Dr. André está me devolvendo a forma e quem sabe um dia eu retorne ao posto de desejada e admirada. Sei que não será fácil, afinal estou pobre e com diversos problemas. No entanto confio no André. Eu e todos meus admiradores que deram mais 4 anos para ele cuidar de mim”.
Sandro Peixoto

Fonte: "prensadebabel"


Comentários no Facebook:

Denise Moreira Kkkkkkk. Cegueira pouca é bobagem.



Laci Coutinho É pra rir ou pra chorar? #pobrecidaderica