Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Pedidos de impugnações de candidaturas em Búzios

O Ministério Público Eleitoral (MPE) ingressou hoje (23) na Justiça Eleitoral de Búzios pedindo as impugnações das candidaturas dos candidatos a Prefeito DELMIRES DE OLIVEIRA BRAGA, dos candidatos a Vice-Prefeito GENILSON DRUMOND DE PINA e do candidato a Vereador MESSIAS CARVALHO DA SILVA .

Anteriormente já haviam sido pedidas pelo partido DEM a impugnação do candidato a Prefeito ANDRE GRANADO NOGUEIRA DA GAMA (dia 16), e pelo MPE a impugnação do candidato a vereador FRANCISCO DE ABREU NEVES  (dia 19). A partir de agora o Juiz Eleitoral de Búzios analisará os pedidos e dará o seu veredito. 

Comentários no Google+:

Prodessora Denise Moreira

3 horas atrás  -  Compartilhada publicamente
 
Espero que o Juiz continue fazendo o trabalho maravilhoso que vem fazendo. Que seja feita justiça.
 
 · 
Responder

Marcelo Gonçalves

14 horas atrás  -  Compartilhada publicamente
 
Boa noite Sr.Luiz Carlos Gomes vejo aqui o pedido de impugnação de candidatos tanto para prefeito como para vereadores junto ao ministério público. Agora segundo todos vimos nos jornais o candidato a prefeito ele só não concorre ao pleito eleitoral no caso dele ter sido condenado pela câmara de vereadores e não por outras instâncias não é isso é vimos aqui se eu não me engano o Dr.André granado não teve condenação de suas contas pela câmera de vereadores. outra questão que se refere aos vereadores aqui citados se refere a valores que receberam a mais de seus rendimentos salariais a uns anos atrás onde segundo eu sei foi quitado esses valores e não foram dados baixa no TRE. Se puder verificar estarei aguardando suas respostas. Obrigado e boa noite!
 
 · 
Responder
 
Sobre a inelegibilidade do Prefeito você está enganado. Ele fica inelegível com condenação em 2ª instância entre outras. É o caso do André que recentemente foi condenado em segunda instância. Mesmo não tendo condenação pela Câmara de Vereadores ele está tecnicamente inelegível. Nem todos os vereadores que receberam a mais estão inelegíveis. Apenas os gestores, ou seja, os ordenadores de despesas, os presidentes foram responsabilizados. ok?


Comentários no Facebook: