quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Câmara de Vereadores ou balcão de negócios?

Vereador Henrique Gomes

O Presidente da Câmara de Vereadores de Armação dos Búzios Henrique Gomes usou a Tribuna, na sessão ordinária da semana passada (9), para dar um "recado" a uma liderança da cidade que, durante convenção de seu partido realizada nas dependências da própria Câmara, afirmou que a Casa Legislativa se transformou em um balcão de negócios. Em nenhum momento o Vereador Henrique Gomes cita o nome da liderança, mas deixa entender que está se referindo ao ex-prefeito Mirinho Braga, quando cita 1)  o episódio em que os vereadores da bancada de apoio a Mirinho Braga ausentavam-se do plenário na legislatura passada, para não darem quorum para que as contas de 2004 fossem votadas, como pretendia o ex-presidente Joãozinho Carrilho e 2) o fato dos vereadores da bancada terem votado as contas na legislatura seguinte, quando desfrutavam de ampla maioria. 

Henrique Gomes se mostra bastante magoado com a "liderança" Mirinho. Chega bem próximo a um tom de ameaça quando diz que está lavando a alma com o seu desabafo para "não fazer algo maior" que possa "magoar uma trajetória política". E afirma com todas as letras que Mirinho faz essa avaliação da Câmara porque talvez "conheça muito bem" essas negociações.   

Parece que o desabafo lhe fez bem. Mas não se pode dizer que conseguiu convencer que a Câmara não tenha se transformada em um grande balcão de negócios. O próprio vereador Henrique Gomes afirma que a Câmara de Búzios "sempre esteve de acordo" e "sempre foi ao encontro" do Poder Executivo desde que foi instalada. Convenhamos que a Casa não existe para isso, para ser uma "Câmara do Amém". Também não conseguiu dar uma explicação razoável para o fato dos vereadores fugirem do plenário da Câmara como o diabo foge da cruz para não votarem as contas de Mirinho sem que houvesse algum tipo de "negociação" com ele. Ou Henrique Gomes quer que a gente acredite que eles fugiam por ideologia, por amor a Mirinho ou pelo bem da cidade? Ou, do mesmo modo, que não tenha havido nenhuma "negociação" para votarem as contas na legislatura seguinte.

Finalizando, o vereador Henrique Gomes se trai quando pede respeito àqueles "que já usaram desta Casa". "Usaram", vereador? Quem? Os três prefeitos que tivemos? Como pedir respeito aos que não só usaram, como abusaram da Casa?

Veja o discurso do vereador Henrique Gomes:



Comentários no Facebook:
Sempre esteve de acordo com o poder executivo???😱😱😱

Comentários
Verônica Cangiani Vc bem sabe disso... foi vereador outras vezes neh
CurtirResponder3 h
Silvio Brandao Balcão de negócios!
CurtirResponder3 h
Silvio Brandao Deveríamos deixar de votar. 
Se ninguém comparecer às urnas para votar a eleição e cancelada e tem que mudar todos os candidatos para novas eleições.

CurtirResponder23 h
Milton Da Silva Pinheiro Filho Se menos de cinquenta deixar de comparecer,cancela-se o pleito e convoca-se outra eleição com outros candidatos.Estou iniciando o estudo na área eleitoral,portanto não considerem como certeiro o comentário,mas parece que é por aí.
CurtirResponder3 h
Luiz Carlos Gomes

Escreva uma resposta...
Francisco Natal temos que Renovar.
CurtirResponder3 h
Eliane Teixeira Mussi Silvio Brandao, seria um protesto maior que o de 17/03. 
Melhor do que tentar descobrir a fonte produtora de "águas do Jordão", da qual alguns vem bebendo como degrau de palanque.

CurtirResponder3 h
Ricardo Guterres O STF deu aval aos vereadores para chantagear os prefeitos.....só eles podem rejeitar as contas da prefeitura.....vão todos roubar juntos agora......