Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Dilma e seus blogueiros

O site Antagonista teve acesso exclusivo à planilha com repasses do governo federal aos blogs petistas em 2016.

Os números incluem a verba publicitária da Secretaria de Comunicação, dada por meio de campanhas de programas oficiais, e o patrocínio de bancos públicos e estatais, como a Petrobras.

Os contratos firmados às vésperas do impeachment somam R$ 11,2 milhões - de um total de R$ 94,7 milhões gastos com publicidade na internet. Ao assumir o governo, Michel Temer determinou a suspensão dos pagamentos aos blogs e sites petistas e o cancelamento dos contratos.

- Brasil 247: 2,1 milhões
- DCM: 1,11 milhão
- Carta Maior (site): R$ 921 mil
- Forum: R$ 921 mil
- Paulo Henrique Amorim: R$ 865 mil
- Opera Mundi (Breno Altman): R$ 83 mil
- Luís Nassif: R$ 814 mil (além do contrato com a EBC)
- Carta Capital (site): R$ 664 mil
- Sidney Rezende: 409,5 mil
- CGM: R$ 359 mil
- Pragmatismo Político: 219 mil
- Blog do Esmael: 169 mil
- Viomundo (LC Azenha): R$ 166 mil
- O Cafezinho: R$ 124 mil

Fonte: http://www.oantagonista.com

Meu comentário:

A partir da informação deste site de direita pode-se compreender o porquê da combatividade destes sites e blogs ditos de esquerda na defesa de Dilma. O que parecia defesa ideológica, debate de ideias, não passa de interesse puramente monetário, transformando todos eles em blogs "chapa branca". Como dizia Marx: é o poder dissolvente do dinheiro. E tem gente inocente útil que acreditava neles, na tese defendida pelo PT de que o impeachment de Dilma seria golpe. Coitada dessa esquerda brasileira, que não compreende que quando a esquerda faz cagada (roubar), a direita deita e rola. Como a cagada (a roubalheira) foi grande, vai levar muito tempo pra esquerda se recuperar.

O blog "Balaio do Kostcho" do petista Ricardo Kotscho não recebe um tostão de verba pública. E ele foi Secretário de Imprensa e Divulgação da Presidência da República(2003-2004) no governo Lula. Jornalismo sério e responsável é outra coisa.