Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

domingo, 5 de abril de 2015

Desgovernos nunca mais!!!

Acredito que o povo de Búzios não está sabendo mas o processo eleitoral de 2016, que irá decidir o destino do município por quatro anos, já está em pleno curso. Dezenas de prefeitáveis se movimentam, longe de seus olhos e ouvidos, em reuniões e mais reuniões, em busca de financiamento, partidos, formação de nominatas de vereadores,  aliados e do vice.

Aos financiadores de campanha (milionários, empreiteiros, fornecedores de todos os tipos, etc)  são exibidas pesquisas eleitorais, muitas delas manipuladas, como garantia de retorno do investimento. Pula-se do apoio a um prefeitável para outro ao sabor das variações destas pesquisas. Tudo muito profissional, transformando a política buziana em um grande negócio. 

De sua parte, quase todos os prefeitáveis também não têm o mínimo pudor em oferecer o loteamento da Prefeitura como vem acontecendo há mais de quatro eleições. O importante é alcançar o Poder, mesmo que depois, pelos compromissos assumidos, não se consiga governar. Por sinal, o município está desgovernado desde 2004.

Nessa empreitada quanto mais partidos se conseguir pegar no Rio ou Brasília melhor. Como quase todos os partidos brasileiros não passam de legendas de aluguel, não é difícil consegui-los. Basta ter dinheiro pra isso. Os financiadores de campanha já estão em ação.

Em Búzios, raros são os partidos que têm diretórios constituídos. Um grande ex-líder da cidade sempre manteve seu partido dirigido por comissões executivas provisórias para melhor controlá-lo. Todos sem exceção são partidos cartoriais. Hibernam durante quatro anos para reaparecerem nos períodos eleitorais. Por não realizarem reuniões periódicas como reza o estatuto, não podem cobrar fidelidade partidária de seus filiados. É uma bagunça política generalizada. Ou seja, só usam partido político porque assim o exige a legislação eleitoral.

A inexistência de partidos políticos na acepção da palavra, a falta de ideologia, a ausência de princípios éticos, torna o processo político-eleitoral buziano, como bem descreveu Tito Rosemberg, em pornografia política pura. Vale tudo para conseguir os mandatos- de Vereador e Prefeito- para enriquecer a si e aos seus. E o povo que se dane!

Apesar de nenhum prefeitável dar a mínima para partido político, eles são importantes para as eleições. Servem para  aumentar  a nominata de vereadores. Quanto mais partidos, mais candidatos a vereador. Quanto mais candidatos a vereador, mais candidatos pedindo votos para o prefeitável. Tirando aqueles com chances de eleição- afinal são apenas 9 vagas- os outros candidatos servem apenas como bucha para encher de votos o candidato majoritário. É por isso que muitos dos candidatos que não se elegeram,  mas tiveram bom desempenho nas últimas eleições – de 200 a 400 votos-,  são disputados a preço de ouro. Soube que tem um que já está recebendo R$ 2.000,00 por ter  fechado com determinado candidato. E quem paga é um rico investidor ligado à especulação imobiliária da península que apoiou o governo passado. Soube também que o seu candidato já está ganhando um agrado de R$ 20.000,00 por mês.

Muitos vereadores com mandato, ou candidatos derrotados na última eleição, mas com boa votação, cooptam candidatos de 50 a 200 votos com alguma ajuda financeira ou promessa de cargos no futuro. Afinal, de grão em grão a galinha eleitoral enche o papo. Esse mercado cria uma horda de muquiranas políticos que vivem há anos de emprego público na Prefeitura ou na Câmara de Vereadores. Todos são muito conhecidos. Basta ter acesso a folha de pagamento da Prefeitura e da Câmara. Em todas as eleições novos muquiranas são criados.

Este ano tudo indica que surgirão mais de uma dezena de prefeitáveis. Após sucessivos desgovernos municipais que, em grande medida, contribuíram para a destruição de nossas lideranças tradicionais, e que levaram à eleição do prefeito atual, considerado um cavalo paraguaio, deixaram assanhados políticos sem a mínima liderança a se lançar como candidatos. Até mesmo o PDT, que não é qualquer partido em Búzios por ter eleito o Prefeito por três vezes, tem quatro ou cinco prefeitáveis declarados.
Sem partidos políticos dignos desse nome, sem ideologia, sem programas partidários consistentes, resta esperar das próximas eleições o mais deslavado pragmatismo dos prefeitáveis.

Do ponto de vista do povo de Búzios acredito que ele continuará a sua saga política em busca de mudança. Um eleitorado com baixa escolaridade e renda, continuará tateando, com seu baixo nível de consciência política,  em busca de sua redenção política: um governo que resolva os seus problemas básicos de saneamento, de educação, de saúde, de regularização fundiária, de segurança, de mobilidade, etc. Ele não quer muito coisa. Apenas o básico. Mas, acredito, não aceita mais desgoverno algum.

Se um vereador, também prefeitável, diz que o Prefeito atual é o mais corrupto que o município já teve- afirmação com a qual concordo-, subentende-se que os  governos  anteriores- incluindo o governo do qual ele participou dando sustentação política na Câmara de Vereadores-  também eram corruptos. Menos corruptos, mas também corruptos.  Como ele não fez autocrítica de sua participação até o momento, concluo que ele foi conivente com a corrupção que afirma haver existido no governo anterior. Processos por improbidade, enriquecimento ilícito e dano ao erário não faltam para confirmar a afirmação do vereador. O primeiro Prefeito tem 9 processos. O segundo tem 21. Este que está no Poder, o terceiro, já tem 10. Logo, já pode-se considerar os três como ímprobos.

Se foram declarados ímprobos pela Justiça, se dois deles estão inelegíveis por conta de condenações também em grau de recurso em segunda instância, o que dizer de seus auxiliares mais próximos, de seus agentes políticos e dos vereadores que lhes deram sustentação política. Estes, estarão, aos olhos do povo que anseiam por mudança, imunes aos atos de improbidade? Merecerão eles, uma nova chance dada pelo povo em 2016?

Não acredito que o povo lhes dê nova chance. Acredito, e vou lutar para isso aconteça, que em 2016 o povo de Búzios passará o município a limpo. Na onda do movimento nacional pela moralização da política, acredito que o povo buziano não tolerará mais corrupção na Cidade. Acredito que o povo buziano erguerá a bandeira CORRUPÇÃO ZERO EM BÚZIOS!!! 

Acredito, e vou lutar para que isso aconteça, que o povo buziano votará novamente em 2016 pela mudança, mudança que ele vem buscando desde 2004. Mudou com Toninho. O seu desgoverno o fez temer nova mudança. Por isso,  voltou para a dor já conhecida do desgoverno Mirinho. Novo desgoverno o fez arriscar com um desconhecido. O desgoverno atual, acredito, fará o povo buziano radicalizar, dar um basta neste estado de coisas. CHEGA! BASTA!

Não sei se a radicalização chegará, a partir da experiência do desgoverno André, ao nível de não votar mais em candidato que tenha tido participação nos desgovernos anteriores. Afinal, André foi secretário de Saúde do desgoverno Toninho.

Espero que em 2016 o povo de Búzios passe realmente Búzios a limpo, não reelegendo nenhum vereador com mandato que tenha atuado como base de sustentação de algum desgoverno municipal, apenas abrindo exceção para aqueles que fizerem autocrítica pública desse apoio. E que continue a não reeleger  nenhum ex-vereador, como vem fazendo até aos dias de hoje.


Desgoverno nunca mais!!

Comentários no Facebook:


  • Jose Figueiredo Sena Sena Ou Luiz Carlos Gomes isso é muito preocupante , agora o mais engraçado é que tem candidatos tanto para Câmara de Vereadores e tanto para Prefeito de Búzios que não tem a menor noção de nada , pode dizer nadinha mesmo , parece mais vivendo no " MUNDINHO DA LUA " , agora eu espero mesmo e que desta vez quem subir no " PALANQUE " e venha a dizer em alto e bom som , Candidato com muito carro de som na Rua , Candidato com muito santinho sendo distribuído sem mais nem menos pela Rua , Candidatos com as muitas já manjadas plaquinhas emporcalhando a Cidade , Candidatos que vem prometendo mundos e fundos , pode ter certeza que ele tem os já manjados " FINANCIADORES DE CAMPANHA " e que depois de " ELEITOS " ai assim seu voto vai sumir do MAPA .
    17 h · Curtir · 1
  • Jose Figueiredo Sena Sena Luiz Carlos Gomes com o Dinheiro fácil dos " ROYALTIES " muitos Prefeitos esqueceram de investir nas infraestruturas do Município para que estes fosse um gerador de renda para seus moradores para não deixa-los a mercê de exploradores de primeira hora ( Búzios esta cheio desta gente ), e muitos Municípios baseado no " TURISMO " deixa o esgoto sem tratamento algum indo para as " PRAIAS E LAGOAS " de onde vem ou virá sua fonte de renda , quanto ao " ROYALTIES " vai levar muito tempo , talvez vai ser necessário algumas décadas para voltar o que era antes .
    17 h · Curtir
  • Jose Figueiredo Sena Sena Luiz Carlos Gomes eu fico muito apavorado é de escutar de gente que é pago para pensar em uma Búzios não só para altas estações porque este " TURISTA " é fácil de estar aqui e vem de qualquer maneira , agora o mais importante é pensar em um " TURISMO " de " 8 meses " para a " BAIXA " estação que é muito difícil a sobrevivência de muitos e para muitos Búzianos . ( Obs: área para um complexo esportivo tem , até o dia que liberar esta área para os já manjadíssimos condomínios de casas germinadas , e sem ESGOTO , tratado )