Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

domingo, 29 de março de 2015

Messias versus Felipe

Foto do blog da buzina
Quando acontece na Câmara embates entre vereadores, no calor das discussões, sempre escapa revelações dos bastidores políticos de Armação dos Búzios. Bastidores que, como já dizia o grande Tito Rosemberg, não são lá muito recomendáveis para menores de 18 anos de idade, pelo seu alto conteúdo pornográfico.

Ao usar a tribuna, o vereador Felipe fez uma série de acusações ao vereador Messias. Este, usou, logo a seguir, a mesma tribuna para réplica, e não respondeu a nenhuma das acusações feitas pelo oponente. Já postei o vídeo com o depoimento do vereador Felipe (ver "Felipe versus Messias"). Posto agora o vídeo com a réplica do vereador Messias para que os leitores do blog possam tirar as  suas próprias conclusões.




Meu comentário:

É o vereador lero-lero mesmo. Não responde a nenhum questionamento feito pelo vereador Felipe. Aquele que nada fez como Secretário de Habitação do governo Mirinho (2000-2004), cobra do vereador Felipe Lopes nada ter feito na Comissão de Educação da Câmara. Quando digo nada ter feito, digo ter feito algo de bom para aquela parte do povo pobre de Búzios tão necessitada de regularização fundiária. Obrigado por decisão judicial a construir casas populares em São José, construiu casas com paredes tão finas que a conversa de um casal em uma das casas era ouvida nas casas contíguas. Assim que assumiu em 2005, o vereador Flávio Machado fez uma série de denúncias das irregularidades cometidas na obra, que foi objeto de ação judicial por parte do MP. Outra "obra" do experiente vereador foi uma cisterna deixada inacabada no comunidade do Buraco Quente no Cruzeiro. Sabe-se o que se deu a seguir...

Como vereador, abandonou as entidades civis ao final da discussão do Plano Diretor e cerrou fileiras com o corporativismo dos Legislativo, que aprovou por unanimidade o Plano. Como se sabe, toda unanimidade não é apenas burra, mas também suspeita.

Com menos de um ano de vida do Plano Diretor, votou na alteração da Lei do Uso do Solo- a Lei 17. Inacreditavelmente, disse que votou sem ler a alteração, a pedido de seu amigo também vereador Alexandre Martins. Resultado: a pequena especulação imobiliária de Búzios fez a festa na Península, espalhando "pombais" (casas geminadas) por tudo o que é canto.

Agora, segundo o vereador Felipe, é um vereador patrocinado pelo Prefeito mais corrupto que Búzios já teve. Vereador patrocinado, mas envergonhado, porque não assume ser da base de sustentação do Prefeito. Como diz Felipe, tornou-se um vereador enrustido. Enrustido, politicamente, claro!

Sobre a acusação do vereador Messias ao vereador Felipe realmente é um absurdo o regimento interno da Casa Legislativa permitir direito de protocolo para impedir que um Secretário seja convidado para prestar esclarecimento das ações de sua pasta. Na ocasião, durante o contencioso entre o vereador Felipe e o secretário de Educação Cláudio Mendonça, fiquei sabendo, por intermédio de membros do 1º escalão da Secretaria, que o secretário tinha posse de uma série de bilhetes de pedidos de cargos de quase todos os vereadores. Do vereador Felipe Lopes e outros. E não só de vereadores deste mandato, pois as secretárias de educação anteriores tinham o hábito de arquivá-los em uma pasta. Depois de 19 anos de clientelismo na Educação a pasta encontrava-se abarrotada.

Mas, como disse no post anterior, o vereador Messias  não pode criticar clientelismo de ninguém, pois a sua passagem pela secretaria de Habitação também foi marcada pelo clientelismo. Quem me passou a informação foi Latour Aroeira, uma espécie de sub-secretário de Messias. Segundo ele, a secretaria parecia uma sucursal da Igreja que o secretário Messias frequentava à época. Uma secretaria constituída nessa base clientelista não podia de modo algum ser operante. A inoperância e o atraso politico decorrente do fundamentalismo evangélico predominante. fez com que a ala progressista do partido liderada por Hamber Carvalho pedisse a cabeça do Secretário ao Diretório Estadual do PT. Claro, que Messias mandou o partido às favas e ingressou no PDT de Mirinho Braga, ficando com a Secretaria, garantindo dessa forma clientelista sua primeira eleição em 2004!

Comentários no Facebook: 


  • Ricardo Guterres Tem que dar Felipe.....
  • Vanderley Coutinho Não vejo essa disputa só pelo fato do vereador Messias ser base do governo
    2 h · Curtir
  • Vanderley Coutinho Vejo sim uma disputa entre o vereador Felipe e André granado e Enrique e Messias sem saber pra onde vão
    2 h · Curtir · 1
  • Claudina Lopes Messias tem ciúmes de Genilson Drumond kkk que é o líder numero 1 kkkk
    1 h · Curtir
  • Vanderley Coutinho TOMARA QUE ELES CONTINUEM NO GOVERNO SERÁ UMA ATITUDE MAIS NOBRE
    1 h · Curtir · 1
  • Gerli Da Silva Amigos esse debate não é sadio, temos duas pessoas em posições diferente. Hoje o Felipe Lopes é jovem ainda precisa madurecer , o Messias já está encerrando seu mandato e acredito que será o ultimo como também acredito que com a experiência não vai querer se queimar tentando um pulo ao executivo, sei que cada um ver seus candidatos, mas sem tirar o mérito do Jovem Felipe no estado que se encontra hoje a nossa cidade precisamos juntos escolher um candidato que possa reverter esse quadro, abraços.
  • Luiz Carlos Gomes Vivo dizendo: Felipe precisa fazer uma grande autocrítica do apoio dado ao desgoverno passado. Se o fizer, poderá deslanchar como candidato. Caso contrário, ficará preso ao passado e sua candidatura não irá muito longe não.