Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

terça-feira, 24 de março de 2015

Campeonato de processos por improbidade administrativa no Estado do Rio de Janeiro

1º Colocado: Alair Corrêa, Prefeito de Cabo Frio - 11 processos


Alair Corrêa, foto oficial do site da Prefeitura de Cabo Frio



"O prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa, encabeça o número de ações por improbidade — responde a 11 processos — e também já foi condenado. Teve a candidatura impugnada nas eleições de 2012, mas reverteu a decisão no TSE. Ao reassumir seu terceiro mandato, deu início ao processo de licenciamento do parque Riala (Alair ao contrário), de sua propriedade, que teve autorização negada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), por não atender às exigências legais. A assessoria do prefeito não respondeu às perguntas enviadas pelo GLOBO" (Jornal O Globo, 22/03/2015).

2º Colocado: Dr. André Granado, Prefeito de Armação dos Búzios- 10 processos

Dr. André, foto oficial Prefeitura de Búzios


Na última terça-feira, a 21ª Câmara Cível proibiu o prefeito de Búzios, André Granado, de fazer qualquer nova contratação de servidor. A medida, pedida pelo Ministério Público, é uma tentativa de frear a série de desmandos que levou o chefe do Executivo a responder a dez ações por improbidade administrativa e a duas penais, que já resultaram em uma condenação" (Jornal O Globo, 22/03/2015). 

Meu comentário:

Estamos falando em prefeitos no exercício do cargo. Considerando nossos prefeitos anteriores, temos o seguinte quadro de processos na Vara de Fazenda Pública por Improbidade Administrativa:

Mirinho Braga - 9 processos por improbidade administrativa.


Mirinho Braga, foto blog comunicabuzios

Toninho Branco - 21 processos por improbidade administrativa.

Toninho Branco, foto gazetadascidades
Observação: foram contados todos os processos da Vara de Fazenda Pública que tenham por "assunto" improbidade administrativa.