Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Rabiscos locais 8





Guardas marítimos ambientais

Recebi denúncia por e-mail que 34 guardas marítimos ambientais concursados estão recebendo salários sem fazer nada. É verdade Secretário de Meio Ambiente? Também é verdade que a prefeitura tem guardas marítimos contratados, apesar da realização do concurso?  E o Regimento Interno da categoria? Já foi criado?

Socorro às vítimas da inundação em Cem Braças

Por e-mail fui informado que no dia 24, véspera do Natal, a secretária de  Desenvolvimento Social , Trabalho e Renda, Cláudia Carrilho, encerrou os trabalhos de socorro às vítimas da inundação na Cem Braças às 14:00 horas sob o pretexto de que seus funcionários precisavam descansar por estarem exaustos. Nada mais justo. Mas a ajuda não poderia parar, porque as vítimas ficariam desamparadas. Mesmo com funcionários públicos de outras secretarias (meio ambiente, ordem pública, e guardas parque do INEA) se oferecendo para continuar os trabalhos de assistência aos necessitados, a secretária bateu pé e fechou o CEPEDE, que funcionava como centro de triagem de doações.

A grande preocupação dos que participavam do socorro era a distribuição imediata dos Kits de limpeza doados pelo estado do Rio de Janeiro já que havia grande perigo de contaminação dos moradores pela água contaminada. Não se poderia esperar o dia seguinte. Mas a secretária só liberou água mineral, roupas e brinquedos. O Kit de limpeza teria que ser distribuído apenas por ela, depois de conferido e contado. Mesmo com o subsecretário de meio ambiente se responsabilizando pelo material, a secretária bateu pé e negou-se a permitir a distribuição dos kits, o que deixou todo mundo chocado. A atitude  autoritária e desumana da secretária estaria escondendo interesses políticos eleitorais? Fica o registro.

Recebi email de Ricardo D'Agosto que publico como direito de resposta:

"Mando este e-mail em resposta a matéria lida no blog Iniciativa Popular dia 27 de Dezembro de 2013, onde segundo a matéria nós (Guardas Marítimos Ambientais) receberíamos sem trabalhar. É sim verdade que não temos regimento interno, estatuto, risco de vida nem regulamentação ainda, mas apesar disso nós trabalhamos SIM, não temos toda a estrutura que deveríamos, mas mesmo assim fazemos vários trabalhos como segue em anexo as fotos, posso citar alguns como: Salvamento nas praias, limpeza de lixo na ilha feia e no mar, combate a incêndio, captura de Jacaré, limpeza nas praias, recuperação de animais feridos (tais como pinguins), participação na desativação de carvoaria clandestina, plantio de mudas na rua das pedras e na praça cruzeiro, ajuda as vitimas da enchente ocorrida em Búzios ( entrega de mantimentos, colchões, água, etc...), dentre outras operações".

Meu comentário:

Guarda Marítimo Ambiental, foto de Ricardo DÁgosto
Pelas fotos que você me enviou Ricardo não dá pra saber quem é guarda marítimo ambiental. Identifiquei um com camisa vermelha. Nas fotos tem também salva- vidas e outros funcionários de outras carreiras. 

De qualquer forma está feito o registro.

Grato por visitar o blog.

Tréplica:

Obrigado por postar o direito de resposta, todos que te mandei nas fotos são GMA's, temos uniforme camisa branca, vermelha e camiseta vermelha, fora a farda. Essa é a maior dificuldade mesmo, nos identificar, por isso muita gente pensa que não trabalhamos, pois estamos lá e não somos identificados como tal. Mas lhe convido para fazer uma matéria mais de perto sobre a GMA, inclusive em alguma de nossas operações, um abraço e parabéns pelo blog.

Réplica da Tréplica:

Leitor identifica na foto que nem todos são guardas municipais ambientais