Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Os vinte erros do Prefeito do 20

Prefeito de Búzios, André Granado, foto Facebook da Prefeitura


1) Não ter feito a transição de governo pessoalmente. Antes de assumir o governo em janeiro, o Prefeito viajou para o exterior, deixando na Cidade uma equipe tão desarticulada que podemos dizer que não houve transição alguma. A falta de informações sempre dificulta a gestão pública.

2) Ter optado pelo coordenador da campanha eleitoral, companheiro de desgoverno Toninho Branco e ficha suja Henrique DJ, em detrimento de outro coordenador, Carlos Terra. O povo de Búzios e a ética saíram perdendo.

3) Ter loteado as secretarias de Serviços Públicos, Desenvolvimento Social Trabalho e Renda, e Ciência e Tecnologia para João Carrilho, como resultado do acordo para que ele desistisse da sua candidatura e o apoiasse.

4)  Ter loteado a Secretaria de Educação para o seu partido- o PSC do deputado Hugo Leal.

5) Ter escolhido para secretário de Educação, o autoritário e avesso ao diálogo Cláudio Mendonça. Não se resolvem os problemas estruturais da educação de Búzios sem democracia e participação da comunidade escolar.

6)  Torrar quase 60% de nossas receitas municipais com folha de pagamento e encargos.

7) Montar, como os prefeitos anteriores, um grande cabide de empregos para 600 comissionados e 300 contratados.

8) Como consequência do item 7, ter investido na cidade menos de 3% dos 204 milhões de reais de receitas orçamentárias em 2013. 

9) Não ter elaborado uma política pública de Trabalho e Renda como prometeu em campanha. Poderia ter trazido pra Búzios, emergencialmente, o programa Casa-Trabalho do seu guru político e também ficha suja Chiquinho da Educação.

10) Não ter criado subprefeituras nos principais bairros de Búzios para fugir do "toma lá dá cá" da Câmara de Vereadores. Esta seria a única forma de enfraquecer o "poder" dos vereadores já que elegeu apenas dois dos nove. Experiências bem sucedidas nesse sentido foram realizadas por Erundina em São Paulo e César Maia no Rio de Janeiro.

11) Falta de transparência do governo na publicação dos boletins oficiais. Possivelmente devem ter sido realizadas 32 licitações sem que tenham tido publicidade alguma  para beneficiar amigos e financiadores de campanha, fato noticiado aqui no blog e que é hoje objeto de uma CPI instalada na Câmara de Vereadores.

12) Ter batido boca com um blogueiro de Búzios em plena solenidade da Secretaria de Turismo de apresentação do Calendários de Eventos do município, revelando pouca ou nenhuma tolerância a críticas.

13) Não ter permitido que um fotógrafo de um jornal local tirasse fotos suas durante o evento de motos no campo da SEB, demonstrando autoritarismo e perseguição.

14) Ter tentado desalojar, em 10 dias, a Sociedade Esportiva de Búzios (SEB), do campo que ocupa há 37 anos.

15) Ter começado a rejuntar as pedras da Rua das Pedras sem consultar ninguém.

16) Ter assinado sem ler o protocolo de intenções de transposição dos efluentes das ETEs de vários municípios da Região dos Lagos para o Rio Una.

17)  Perseguir funcionários concursados privilegiando sua patotinha de incompetentes.

18) Ter enviado à Câmara de Vereadores seu draconiano projeto de Lei do Estágio Probatório. O Projeto mostrava tanto desprezo pelo funcionalismo concursado que 
os vereadores sentaram em cima dele.

18) Ter abandonado o projeto de mobilidade urbana do arquiteto e funcionário público municipal Beto Bloch.

19) Não ter providenciado em tempo hábil- antes da chuva do dia 18- o conserto de uma das bombas que direcionam as águas pluviais de Cem Braças para Manguinhos, o que poderia ter diminuído o nível do alagamento do bairro.

20) Deixar faltar remédios de uso continuado (diabetes, pressão) nas farmácias da rede de saúde municipal.

Feliz Ano Novo para todos. Em especial para os leitores do blog. Para o Prefeito de Búzios também, afinal ele é leitor assíduo do blog.

Comentários no nGoogle+:



Maria Cristina Guimarães Pimentel

Há 2 horas  -  Compartilhada publicamente
Concordo!! Lamento porque o novo prefeito estava, na época, apenas começando. Você esqueceu de citar o loteamento da Secretaria de Habitação, aparelhada pelo PC do B, que hoje conta com um pessoal incompetente, que não soma em nada para a cidade, que só pensa em partido e que não tem a menor sensibilidade para os desafios da cidade, ou seja, regularização fundiária, reestruturação de loteamentos, como Pórtico, José Gonçalves etc.. Diante da ocupação desordenada da cidade, devíamos exigir que esses caras apresentassem um plano de governo da Secretaria, para os próximos 2 anos, inclusive com implantação da arquitetura social e descentralização administrativa, como vc citou. Sem contar que é visível o quanto alguns se aproveitam da pasta visando se eleger, no próximo pleito. E tudo isso nos custa uma verdadeira fortuna.
Meu comentário:

Cristina concordo integralmente com você. Como limitei em 20 erros, tive que optar por alguns. Realmente não podia deixar de ter citado o loteamento da Secretaria de Habitação porque o problema fundiário é um problema estrutural da Cidade que precisa de solução urgente. 
Hoje, com certeza, acredito que o único mérito deste novo desgoverno nosso foi ter mostrado para o povo buziano que Mirinho não era invencível. Quem realmente transforma a realidade é o povo. Nós precisamos humildemente entender o que se passa na cabeça deste povo. Para mim ele está, através de tentativas de acertos e erros, tentando eleger um prefeito que realmente promova as mudanças que realmente precisa. Este desgoverno pra mim já está condenado à derrota no próximo pleito, assim como foram derrotados Mirinho e Toninho. Só se aprende a nadar, nadando. Só se aprende a votar, votando. Cabe a nós ter paciência e acompanhar este movimento de conscientização popular. Na política não existe solução transformadora sem o povo! Paciência, é o que precisamos.