Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

O Estado brasileiro é laico, secretário!

Vejam o absurdo que aconteceu na festa de fim de ano da escola Emigdio Gonçalves neste final de ano. Uma professora resolveu "evangelizar" crianças de 5 e 6 anos de idade! O secretário de educação Claudio Mendonça não pode admitir isso! O Estado brasileiro é laico!

A Constituição Federal de 1988 em seu artigo 9 diz:
"É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios: I - estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público".

Se não bastasse isso, como é que ficam os pais de crianças ali presentes que são católicos, islâmicos, budistas, espíritas, macumbeiros... e ateus?  

Observação: o vídeo foi extraído do Facebook com autorização do autor (autora). 

Clique em  "facebook" e veja o vídeo.

Comentário no Facebook:


Maria Cristina G Pimentel Vendo tal atividade que está diametralmente oposta a uma atividade pedagógica, e tendo que me conter pelo horror com que a assisti, pergunto-me: que município é este? Que professora é esta? O Emígdio tem excelentes profissionais, muitos deles, amigos pessoais, mas como é que um Diretor, um Orientador, um Supervisor, um Coordenador de Área, um Secretário de Educação permitem tamanha agressão ao ser humano, que se torna dupla agressão, porque se trata de crianças. Perdoem-me, mas estamos formando professores, em Búzios, em nível de 2º grau, enquanto o país se esforça para graduar professores de Educação Infantil e das séries iniciais, do Fundamental I. No mundo inteiro, o professor que trabalha com Educação Infantil, além da graduação em nível superior, tem que ter 2 anos de especialização. E aqui, é o que temos! Espero que as autoridades em Educação, deste Município, não permitam que isso se repita. Parece-me que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional veda esse tipo de atividade e isso é caso de ir à instâncias superiores. Uma vergonha!!! Uma imbecilização, mesmo porque o espaço escolar jamais poderia ser confundido com uma igreja.

Observação:

Participe da Enquete da CPI dos Bos respondendo ao questionário do quadro situado no canto superior direito do blog.
Grato.