Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

quinta-feira, 21 de março de 2013

Inculta e bela

Reunião de agentes e entidades culturais de Búzios

Novos ares para a cultura buziana. É o que esperamos! Entidades da sociedade civil, agentes culturais e representantes da área cultural do Poder Público municipal, se reuniram no espaço do Circo-lo da Criação (antiga Casa de Cultura) para constituir um Forum Aberto de Cultura de Búzios. Um grupo com o mesmo nome foi criado ontem no Facebook. Como o próprio nome diz, ele está a aberto à participação de qualquer pessoa envolvida com a atividade cultural  na Cidade. Participem.

Búzios precisa sair do estado de letargia cultural em que se encontra. Desde a realização da I Conferência Municipal de Cultura de Armação dos Búzios, em outubro de 2009, nada foi feito na área pela inculta administração municipal anterior. A própria conferência só foi realizada por pressão da sociedade civil organizada. O prefeito Mirinho Braga só assinou o decreto de convocação da Conferência no último dia.

O descaso da inculta administração municipal anterior  de nossa bela cidade pode ser comprovado pelo fato de nenhuma das reivindicações aprovadas na Conferência ter sido implementada. Vejam:  

Proposta aprovadas na Iª Conferência Municipal de Cultura de Armação dos Búzios:

-Criação da Secretaria de Cultura independente, do Fórum Permanente de Cultura, do Conselho Municipal de Cultura e do Fundo Municipal de Cultura.
-Assegurar a participação no Fundo Estadual e Nacional de Cultura
-Tombamento de bens naturais e histórico-culturais
-Criação da Casa do Artesão, do Mercado do Produtor Rural e conclusão do Mercado do Artesão
-Reabertura do Museu Arqueológico
-Criação de leis municipais, entre elas a Lei de Zoneamento Especial de Interesse Cultural
-Criação do estatuto cultural e do cadastro cultural
-Criação do calendário de eventos e atividades culturais, incluindo um Festival Cultural de Inverno e  uma Bienal de Artes Plásticas
-Instituir a Agenda 21 da Cultura.
-Financiamento Cultural
-Efetivação de subsídios para projetos locais
-Dotação financeira  no orçamento municipal
-Permitir o acesso às leis de incentivo fiscal
-Integração com o Estado para o recebimento de recursos de incentivo
-Integração com a Nação para o recebimento de recursos
-Viabilização de patrimônios materiais
-Democratização dos bens culturais municipais
-Lona cultural em caráter de urgência
-Levantamento dos meios culturais
-Mapeamento dos pontos culturais municipais
-Criação do acervo municipal de arte e cultura permanente
-Instalação dos meios culturais
-Parceria cultural com as escolas estabelecidas no município
-Cadeira livre de poesia e literatura na rede escolar municipal
-Criação de cursos técnicos
-Implementar um projeto cultural estadual de intercâmbio que fomente o diálogo entre as culturas regionais garantidor de participação das diversas áreas culturais em editais geradores de recursos por intermédio de agentes.

Se não bastasse o descaso da inculta administração anterior com a cultura buziana, ainda fomos obrigados a, envergonhados, presenciar o barraco ocorrido entre os dois principais gestores públicos da área. Entre a Conferência Estadual e a Nacional, o secretário de turismo e incultura, senhor Isac Tilliger, veio a público dizer que não enviaria o Coordenador de INCultura Michelangelo para a Conferência Nacional para não "passar vergonha como passamos na conferencia Estadual" (Isac Tillinger, JPH, 9/3/10). Segundo o secretário, o seu auxiliar não tinha qualificação para ocupar o cargo. 

Diante da lavagem de roupa suja em público, o inculto prefeito queda inerte , revelando a pobre cultura política reinante na Cidade. Não demitiu nenhum dos dois auxiliares, como era de se esperar. Se o coordenador de Cultura era um  desqualificado como avaliava o secretário, ele teria que ser demitido. Se não era desqualificado, o prefeito teria que demitir seu secretário, por não conseguir enxergar o valor profissional de seu Coordenador. Não fez nem uma coisa nem outra. Manteve seu secretário no cargo para nada fazer pela cultura buziana durante o resto do mandato e transformou seu coordenador de cultura em fantasma, para não envergonhar nunca mais seu estimado secretário. E que se dane a cultura na Bela Búzios!

Comentários no Facebook:


Jose Figueiredo Sena Sena Luiz Carlos Gomes, o mais importante é tirar os idiotas e as idiotices do caminho , para que a cultura ande livre e solta,né.