Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

domingo, 27 de janeiro de 2013

Procon e Vigilância Sanitária fiscalizam restaurantes em Búzios


"Nesta sexta-feira (25), equipes de fiscais do Procon-RJ realizaram mais um dia da Operação Bares e Restaurantes. A fiscalização desta vez foi até a Região dos Lagos vistoriar os estabelecimentos localizados nas cidades de Cabo Frio e Armação de Búzios.

Durante a ação, os fiscais do PROCON-RJ encontraram irregularidades no restaurante Parvati, localizado na Rua das Pedras, um dos principais pontos turísticos de Búzios. Devido a grande quantidade de produtos com o prazo de validade vencido na cozinha do estabelecimento o gerente do local, Renan de Araújo, foi preso em flagrante pelo crime contra o consumidor.

A loja fechou as portas logo após a constatação dos fiscais e, o gerente foi encaminhado com auxílio de policiais da 127ª DP (Búzios), onde está preso.

A fiscalização não tem data para acabar e conta com ajuda da população. Para denúncias e reclamações o consumidor deve ligar para 151"



"O Procon e Vigilância Sanitária fiscalizaram restaurantes em Armação dos Búzios, Região dos Lagos do Rio de Janeiro na tarde desta sexta-feira (25), o alvo da operação foi os estabelecimentos da Rua das Pedras. As três equipes do Procon dividiram os trabalhos entre Armação dos Búzios e Cabo Frio, o resultado foi preocupante.

Dos oito restaurantes fiscalizados até a tarde desta sexta-feira (25), cinco apresentaram algum tipo de irregularidade. Em um dos restaurantes na cidade de Armação dos Búzios, foram encontrados pacotes com várias embalagens de queijo fora da data de validade, o estabelecimento foi multado.

Produtos como leite, queijo e carne fora da validade foram apreendidos em outro restaurante na Rua das Pedras, o cozinheiro responsável foi preso em flagrante por crime contra o consumidor. Ao todo, em Armação dos Búzios e Cabo Frio, cinco restaurantes apresentaram irregularidades, forma notificados, autuados e devem solucionar os problemas.

As lojas de roupas também foram vistoriadas, seis foram notificadas por não apresentarem preço na vitrine."

Comentários:

Lilian Vega
gostaaria que fossem fiscalizados os restaurantes de praia, que cobram um absurdo e as cindiçoes delimpeza são muito piores que os restaurantes da rua das pedras